Biografia

Bio

Adriana Komives nasceu em São Paulo em 1964, de pais húngaros. Após ter cursado dois anos da Escola de Comunicações e Artes da USP, ela chega em Paris aos 20 anos para um curso de documentário dos Ateliers Varan, e acaba ficando para estudar cinema no IDHEC (hoje FEMIS).

Ela desenvolve uma carreira de montadora e dirige alguns curtas e documentários entre os quais : A República do Futebol, Prish, Les Lucioles e Transoceano. Ela monta há 25 anos filmes para a TV francesa com diretores como Michel Follin, Elisabeth Kapnist, Virginie Linhart, Patricia Mortagne, Théo Jacob et Noémie Wojtowicz.

Ela passa a fazer parte dos Ateliers Varan em 2010 e monta mais de vinte curta-metragens nesta escola de documentários, e desenvolve desde então uma carreira de ensino da montagem na França e em outros países (no INA, na Femis, no Fresnoy, e no Doc Nomads). Ela traz para o Brasil Ateliers Varan de escrita e realização, em São Paulo e no Recife, e participa de Ateliers no estrangeiro, em Portugal, na Albânia e na Colômbia.

Ela colabora desde 2014 com artistas plásticas como Mathilde Lavenne, Annie Zadek e Caroline Thiénot Barbey trabalhando em instalações e filmes projetados em museus e exposições.

Desde 2009, o roteiro de desenho animado vem completar suas atividades no audiovisual, participando de séries para a TV. No Brasil, ela colabora com Vivian Altman. Em 2017 ela escreve um longa de animação, “Na Boca do Lobo”, laureado com o prêmio do Fundo Setorial da Ancine, hoje em produção. Atualmente ela faz parte da equipe de roteiristas da série Tangranimo para a TV francesa.

Em 2019, ela se forma em Animação de Oficinas de Escrita Criativa na Universidade de Cergy-Pontoise et anima desde então oficinas de diferentes temáticas.